Formação sobre o "Decreto-Lei nº 50/2005, de 25 de fevereiro, na perspetiva do empregador" | Presencial | 09H00- 13H00 | 14h00-18h00

26 Jan. 2023

A Associação Empresarial de Águeda (AEA) vai realizar no dia 26, janeiro de 2023, uma formação sobre o Decreto-Lei nº 50/2005, de 25 de fevereiro, na perspetiva do empregador, com a duração total de 8 horas. 

ENQUADRAMENTO: O trabalho diário com equipamentos/ máquinas de trabalho está na origem  de muitos acidentes de trabalho que acontecem diariamente. É assim importante garantir o cumprimento das regras e medidas para garantir a segurança e saúde dos trabalhadores.
 

DESTINATÁRIOS: Responsáveis RH, responsáveis pela segurança nas empresas, responsáveis pela manutenção dos equipamentos, colaboradores que nas suas funções manobrem equipamentos. 

FORMADOR: José Alberto Cardoso, Licenciado em Eng. Mecânica pelo Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, com Pós-Graduação em Técnicos Superiores de Higiene e Segurança no Trabalho. É também detentor do Certificado de Competências Pedagógicas. Atualmente desenvolve a sua atividade de consultor/ formador nas áreas de: segurança máquinas, movimentação de máquinas, trabalhos em altura, procedimentos de emergência, epi’s, riscos elétricos, segurança no trabalho…….

 

Aos participantes será distribuída documentação de apoio sobre as matérias abordadas e entregue o respetivo Certificado de Formação Profissional.
 

Objetivo

No final da formação os formandos devem identificar os requisitos de segurança associados às máquinas e equipamentos, implementando as respetivas diretivas.

Valor da Formação

O custo de inscrição por participante associado da AEA é de € 70,00 e por participante não associado da AEA o custo de inscrição é de € 85,00. 

Conteúdo Programático

1.    Introdução
2.    Diretivas comunitárias no âmbito da segurança de equipamentos de trabalho;
3.    Requisitos mínimos de segurança e regras de utilização dos equipamentos de trabalho;
4.    Obrigações gerais do empregador, no âmbito do DL 50/2005;
5.    Informação dos trabalhadores;
6.    Avaliação de conhecimentos e da ação.