“Workshop Demonstrador de Ciência e Inovação - Apresentação da Rede Ciência & Inovação”

AEA . Set. 21, 2022. 226 visitas

A Associação Empresarial de Águeda (AEA) promoveu, no passado dia 21 de setembro, pelas 15h30, no âmbito do projeto Qualify.teca, a Apresentação da Rede Ciência e Inovação, constituída por entidades das regiões Norte e Centro com competências em IDI. No Workshop Demonstrador, que decorreu em sessão online, e onde esteve em foco, precisamente, um debate sério sobre ciência e inovação.

Neste workshop foram apresentados os novos membros desta Rede de Ciência e Inovação, que integra, para além das Associações promotoras do projeto ‘Qualify.teca’ (AECOA e AEA), entidades como a Universidade de Aveiro, a ESTGA (Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda), a ESAN (Escola Superior Aveiro Norte), o INESC TEC, o INEGI, o CEMMPRE, o INOV INESC e o Instituto Politécnico de Coimbra.
O programa contemplou a sessão de abertura por Ricardo Abrantes, presidente da Associação Empresarial de Águeda (Associação a quem cabia a execução desta ação), e por António Pinto Moreira, Diretor Executivo da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis. “A Inovação nas PME” foi o tema abordado por Luís Fonseca.
A apresentação propriamente dita da Rede de Ciência e Inovação do projeto ‘Qualify.teca’ e respetivas entidades, realizou-se pelo Keynote Vasco Lopes. 

Novas áreas de competência para a fileira
A inovação é um instrumento fundamental para o aumento da competitividade das empresas, nomeadamente através da aproximação entre o tecido empresarial e as entidades do sistema nacional de inovação. É neste enquadramento que o projeto promovido pelas Associações Empresariais de Oliveira de Azeméis (líder) e de Águeda (copromotor), procura promover a cooperação entre as instituições de ensino superior e outras entidades científicas e do conhecimento, centros tecnológicos e de investigação, empresas e outros parceiros da área da inovação. Através desta Rede de Ciência e Inovação, o programa motivará a valorização e transferência de tecnologia, a qualificação dos recursos humanos e o desenvolvimento de novas áreas de competência, como a economia circular, a eficiência energética e a digitalização da indústria (i4.0). De destacar que a transformação digital permitirá mudanças disruptivas em modelos de negócio, produtos e processos produtivos.
De salientar que o projeto Qualify.teca tem objetivos muito concretos nestas e noutras matérias da área da inovação e do desenvolvimento. A sua missão mais concreta é promover a agregação e o reconhecimento da fileira ‘Equipamentos, Serviços e Ingredientes para a Indústria Alimentar’. O projeto desenvolve-se no âmbito do Portugal 2020 e especificamente do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC) – Qualificação, e inserido no objetivo temático nº 3 – “Reforçar a Competitividade das PME” do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, sendo apoiado pelo Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional (FEDER).