Vice-Presidente AEA em Entrevista no Jornal Bom Dia

info@aea.com.pt . Mai. 02, 2022. 019 visitas

Veja as entrevistas ao Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Jorge Almeida e ao vice-presidente da Associação Empresarial de Águeda, Óscar Mendes, numa altura em que a falta de mão-de-obra, de matérias-primas, e as constantes subidas dos preços da energia e dos combustíveis, são uma preocupação para as empresas.

A entrevista completa a Óscar Mendes aqui: https://www.youtube.com/watch?v=TOVfwpUl5js&t=154s

Águeda procura imigrantes e apela ao regresso de emigrantes

Quando pensamos em Águeda pensamos em bicicletas, mas, se calhar, ocorre-nos também uma rua coberta de guarda-chuvas (ou serão guarda-sóis?) de muitas cores.

“Águeda é um sítio onde é bom viver”, diz Jorge Almeida, o presidente do município, convencido de que o concelho que dirige tem tudo para uma excelente qualidade de vida.

O autarca destaca o ecossistema empresarial que permite às empresas desenvolverem-se e criaram redes para crescerem internamente e no estrangeiro, mas também “todas as coisas que tornam a vida mais agradável em Águeda e em Portugal”.

“Águeda exporta bicicletas para a China”; salienta Óscar Mendes, vice-presidente da Associação Empresarial de Águeda (AEA), colocando ênfase na inovação que é, segundo o empresário, uma dos aspetos positivos do ADN empresarial do concelho.

Mas há problemas em Águeda: “falta mão-de-obra”, diz Óscar Mendes, lamentando que – em conjugação com a crise das matérias-primas – esta situação pode travar o crescimento de algumas empresas.

Jorge Almeida, como Presidente da Câmara, confirma que Águeda tem falta de gente para trabalhar, mas considera que é um problema geral em Portugal, “sobretudo no interior”. O munícipe defende mais imigração e deixa também um apelo aos portugueses emigrados: “nós temos ótimas condições de vida, Portugal é um dos melhores sítios para se viver”, defende.

“Portugal está diferente, é um país moderno, e temos condições de vida muito interessantes”, continua Jorge Almeida, chegando mesmo a questionar os ‘rankings’ de felicidade, duvidando que se seja mais feliz nos países nórdicos do que em Portugal.

Mas há problemas em Águeda: “falta mão-de-obra”, diz Óscar Mendes, lamentando que – em conjugação com a crise das matérias-primas – esta situação pode travar o crescimento de algumas empresas.

Jorge Almeida, como Presidente da Câmara, confirma que Águeda tem falta de gente para trabalhar, mas considera que é um problema geral em Portugal, “sobretudo no interior”. O munícipe defende mais imigração e deixa também um apelo aos portugueses emigrados: “nós temos ótimas condições de vida, Portugal é um dos melhores sítios para se viver”, defende.

“Portugal está diferente, é um país moderno, e temos condições de vida muito interessantes”, continua Jorge Almeida, chegando mesmo a questionar os ‘rankings’ de felicidade, duvidando que se seja mais feliz nos países nórdicos do que em Portugal."



O Jornal BOM DIA é um Jornal online diário gratuito destinado às comunidades portuguesas. Um importante elemento da Diáspora.
É um jornal em linha dedicado a cobrir a atualidade das comunidades portuguesas no mundo, com destaque para os seis países europeus com maior presença portuguesa: Alemanha, Bélgica, França, Luxemburgo, Reino Unido e Suíça.